#atividadefisica

freedom, jump, reach

Dia Mundial da dança

Assinala-se hoje, por todo o mundo, o Dia Mundial da Dança, criado em 1982 pelo Comité Internacional da Dança (CID) da UNESCO. Esta data foi escolhida homenageando Jean-Georges Noverre, que nasceu precisamente a 29 de abril de 1727 e foi um dos grandes nomes mundiais da dança.

Ao longo do tempo, várias personalidades foram dando importância à dança em todas as suas vertentes. Deixamos-te algumas frases emblemáticas:

  • “Perdido seja para nós aquele dia em que não se dançou nem uma vez!” Nietzsche
  • “Não é o ritmo nem os passos que fazem a dança mas a paixão que vai na alma de quem dança.” Augusto Branco
  • “Dançar é sentir, sentir é sofrer, sofrer é amar… Tu amas, sofres e sentes. Dança!” Isadora Duncan
  • “A dança consegue revelar tudo o que a música esconde misteriosamente, tendo mais mérito de ser humana e palpável. A dança é poesia com braços e pernas, é a matéria, graciosa e terrível, animada, embelezada pelo movimento”. Charles Baudelaire

A celebração do Dia Mundial da Dança tem como objetivo celebrar esta arte e mostrar a sua universalidade, independentemente das barreiras políticas, culturais e éticas.

Neste dia são diversas as atividades desenvolvidas por associações, escolas e outras entidades ligadas à dança, para promover esta arte que é vista como linguagem universal, promotora de ideais como a liberdade de expressão e a igualdade de direitos.

Espetáculos, workshops, demonstrações e palestras são algumas das iniciativas que decorrem no Dia Mundial da Dança em espaços culturais, comerciais e recreativos.

Por cá também assinalamos esta data. A Secretaria Regional de Educação, Ciência e Tecnologia, através da Direção Regional de Educação – Direção de Serviços de Educação Artística (DSEA), comemora o Dia Mundial da Dança através da disponibilização de uma coreografia criada pela Coordenadora da Modalidade Artística de Dança, Docente Noélia Gomes, sobre o tema “Assobia para o lado” do artista Carlão com letra de Carlos Neves e música de João Nobre.

Vamos dançar? Faz a coreografia que deixamos abaixo, e envia-nos fotos e vídeos para piicie@cm-boticas.pt

Boa dança!

Dia Mundial da atividade física

Assinala-se hoje, 6 de abril, o dia Mundial da Atividade Física.

O  Dia Mundial da Atividade Física é celebrado em mais de 120 países, com o objetivo de difundir a prática desportiva e orientar a população para uma vida mais saudável.

De acordo com as recomendações da Organização Mundial de Saúde, é aconselhada a prática de 30 minutos diários de atividade física moderada ou intensa para os adultos e 60 minutos diários para crianças e jovens.

A DGS lembra que a atividade física tem, potencialmente, um papel preventivo na infeção por Covid-19 – por via do reforço do sistema imunitário, entre outros mecanismos -, mas sobretudo é uma atividade essencial ao equilíbrio físico e psicológico, «particularmente fragilizados neste contexto, principalmente nos períodos mais agudos de confinamento social».

De acordo com o documento publicado hoje, a pandemia de Covid-19 veio colocar «desafios ímpares» a vários níveis, nomeadamente no contexto dos determinantes de saúde, mas lembra que, apesar das limitações de circulação e recolhimento obrigatório adotadas, «Portugal definiu a prática de atividade física como uma das exceções às medidas de confinamento, reconhecendo a sua importância para a saúde física e mental neste contexto».

Na nota introdutória do relatório, a Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, reconhece que a pandemia veio, também em relação à atividade física, «exacerbar iniquidades sociais», sublinhando que o género, estatuto socioeconómico e a idade «parecem diferenciar as pessoas mais e menos ativas».

A responsável sublinha ainda que a prática de atividade física «parece ter tido um papel “agregador” de outros comportamentos protetores da saúde, com efeito positivo em situação de confinamento social».

Já falámos aqui no blog sobre os benefícios da atividade física. Assim, segue o nosso conselho, e mexe-te…pela tua saúde!

Treina em casa – Saltar à corda

Sabias que 15 minutos a saltar à corda equivalem a 30 minutos de corrida contínua?

Este exercício é simples e muito completo.

  • Aumenta a resistência e fortalece o coração
  • Tonifica o corpo harmoniosa e globalmente sem o endurecer
  • Combate a celulite
  • Queima calorias
  • Melhora o equilíbrio e a qualidade dos apoios
  • Corrige a postura
  • Desenvolve a coordenação neuromuscular

Ajusta corretamente a tua corda: coloca um pé ao nível do meio da corda e levanta os punhos para cima ao longo do corpo. Os punhos devem chegar ao nível do ombro.

Alinha o pescoço, a cabeça e a coluna vertebral

Mantem a barriga encolhida (ligeira contração dos abdominais)

Os ombros ficam baixos

Os cotovelos ficam próximos do corpo e os antebraços quase a 90° em relação aos braços

Na continuidade desta postura, as mãos ligeiramente à frente da bacia

Mantem sempre uma ligeira flexibilidade ao nível dos joelhos

Salta sempre sobre a ponta dos dedos dos pés

Calça um bom par de sapatilhas (necessário para absorver os choques e evitar as lesões), lembra-te de hidratar corretamente… e estás pronto para uma verdadeira sessão de corda de saltar! 15 minutos por dia…nem sabes o bem que te fazia!

Vamos “ginasticar”?