Psicologia

Ateliers e Oficinas de Primavera – “Linguagem e Comunicação”

Sentes que quando falas uma coisa para alguém, essa pessoa entende algo diferente do que aquilo que querias dizer? Pois bem, isso pode ser uma falha na comunicação. Para evitar ou corrigir esta situação, apresentamos-te uma dinâmica para realizares com a tua família, que tem como objetivo ajudar-te a melhorar a habilidade de passar informação de uma maneira mais eficiente.

Convida a tua família para desenhar algo segundo as tuas instruções,  sendo que eles devem estar de costas para ti!

Nota: Não deves dizer que o desenho é uma galinha. Lê as instruções pausadamente e mais do que uma vez.

Instruções para dares à pessoa que fizer o desenho:

  • Faz um círculo no centro da folha, nem muito grande nem muito pequeno.
  • A partir da parte de baixo do círculo, faz 2 retas paralelas verticais, afastadas uma da outra.
  • A partir da parte de cima do lado esquerdo, faz 2 retas paralelas e inclinadas afastadas uma da outra.
  • A partir do centro do círculo, faz 1 ponto, depois desenha 3 retas divergentes (vão para sentidos opostos), abrindo para a direita.
  • Por cima das 2 retas desenhadas na parte de cima do círculo, faz 1 círculo mais pequeno.
  • Do lado direito do círculo (fora), faz 3 retas divergentes (vão para sentidos opostos), abrindo para a direita.
  • Por baixo das 2 retas desenhadas na parte de baixo do círculo, faz, em cada uma delas, 3 mini retas divergentes, abrindo para a esquerda.
  • Faz um pequeno círculo no centro do círculo menor.
  • Faz um triângulo isósceles com a base encostada da parte esquerda do círculo médio.

Regras:

  • Não são permitidas perguntas.
  • As instruções do desenho não podem ser anotadas. Portanto, devem ser executadas à medida que forem sendo referidas.

Será que a tua família vai conseguir desenhar uma galinha sem saberem que é uma galinha? Boa sorte!

Ateliers e Oficinas de Primavera – “Linguagem e Comunicação”

A comunicação verbal é a mais utilizada para comunicar e relacionar, pois tem uma enorme capacidade de transmitir ideias e expressar pensamentos, independentemente da complexidade. A comunicação verbal abrange a escrita e a oralidade. Deste modo, está inserida no nosso dia a dia, em diferentes situações sociais. Assim, para que seja eficaz, a comunicação verbal deve ocorrer de forma passiva e ativa. A primeira forma é quando recebemos a mensagem (seja ouvindo alguma fala ou lendo uma mensagem), enquanto a segunda forma, nós somos o emissor da mensagem, ou seja, nos comunicamos por meio da fala ou escrita.

No processo de comunicação interpessoal podemos distinguir vários estilos de comunicação como: o estilo passivo, o estilo agressivo, o estilo manipulativo e o estilo assertivo. O estilo de comunicação passiva é caracterizado por ser conformista, inibido, submisso. O Estilo de comunicação agressiva este engloba comportamentos autoritários, dominantes, competitivos e prepotentes. O estilo de comunicação manipuladora utiliza a linguagem como disfarce, habitualmente ao serviço de interesses próprios e em detrimento dos alheios. O estilo de comunicação assertiva é considerado como o mais adaptativo, e é descrito pela sua autoafirmação, autoexpressão, empatia, justiça, autocontrolo e expressão emocional ajustadas.

Deixamos-te um vídeo lúdico onde se apresentam os 4 estilos de comunicação!

Otimismo VS Pessimismo

A infância é uma fase da tua vida cheia de desafios: fazer novos amigos, ir para a escola, lidar com o mundo a ser descoberto a cada dia que passa e conhecer experiências e sensações.

Assim, ser otimista é essencial para conseguires lidar com todas as fases da tua vida da melhor forma possível, fazendo toda a diferença na tua rotina diária e saúde emocional.

O otimismo é uma forma de estimular uma atitude mais ativa e positiva para enfrentares os problemas do dia-a-dia.

Crianças pessimistas costumam ver as dificuldades como duradouras, como por exemplo, “O meu melhor amigo está chateado e nunca mais vai falar comigo”, enquanto otimistas vêem a mesma situação como uma ocasião mais temporária como por exemplo “O meu melhor amigo está chateado e hoje não me vai chamar para brincar”.

Apresentamos-te aqui um jogo com algumas afirmações otimistas e pessimistas. Será que consegues decifrar a qual destas duas categorias elas pertencem.  Diverte-te 🙂