Notícias

Dia Mundial do Elefante

No dia 12 de agosto, assinala-se o Dia Mundial do Elefante. Este dia, conhecido mundialmente como World Elephant Day, tem em vista a preservação dos elefantes de todo o mundo.

Sabias que a cada quinze minutos morre um elefante na África, envenenado ou baleado com o objetivo de retirarem o seu marfim e a sua carne? Na China, o marfim vale mais do que o ouro. Se nenhuma medida for tomada, prevê-se que o elefante esteja extinto em 2025. Este animal é o maior mamífero da terra (pode pesar 7 toneladas) e mesmo assim ser um animal muito vulnerável. A sua tromba é capaz de arrancar ramos ou de apanhar uma única folha do chão.

Inteligente, dedicado à família, emocional e com uma memória extraordinária, o elefante é um animal dotado das boas características do homem, mas que recebe os piores comportamentos por parte deste.

De forma a comemorar este dia, desafiamos-te a que nos envies um facto interessante sobre esta espécie ou um desenho para o e-mail do PIICIE (E-mail: piicie@cm-boticas.pt).

Curiosidade:

Sabias que a tromba é uma junção do lábio superior e do nariz? E que o seu período de gestação é de 22 meses, o mais longo do reino Animal?

Fonte: https://www.calendarr.com/portugal/dia-mundial-do-elefante/

Dia Mundial do Ambiente

Face à situação atual provocada pelo surto pandémico de Covid-19, que obrigou à suspensão das atividades letivas presenciais até ao final do ano letivo, a equipa de Enriquecimento Curricular, do Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar (PIICIE), decidiu assinalar o Dia Mundial do Ambiente, que se comemora anualmente a 5 de junho, através de um desafio dirigido às crianças do Ensino Pré-Escolar e aos alunos do 1º e 2º anos, do Agrupamento de Escolas Gomes Monteiro.

Desta forma, as crianças foram desafiadas a escrever uma mensagem sobre as boas práticas de proteção e preservação do meio ambiente.

O desafio foi publicado na plataforma Google Classroom, utilizada pelo Agrupamento Escolar para partilha de material pedagógico com os alunos e, no caso das crianças sem acesso à plataforma, a informação foi enviada pelas carrinhas do Município que semanalmente entregam e recolhem os conteúdos educativos remetidos pela escola.

Fonte: CM-Boticas